‘Desafio da Água Quente’: mais uma brincadeira perigosa surge na internet

A internet costuma trazer coisas estranhas à tona, como foi o caso da Baleia Azul e, agora, uma “brincadeira” chamada Desafio da Água Quente. Ela é uma espécie de Desafio do Balde de Gelo invertido e consiste basicamente em desafiar alguém a consumir água fervente ou então despejar a água sobre outras pessoas. Em decorrência disso, começaram a pipocar na web vários relatos de ferimentos e até mesmo de uma morte ocorridos nos Estados Unidos.

De acordo com o site da revista Time, a menina Ki’ari Pope, de 8 anos, morreu de complicações respiratórias vários meses depois de ser desafiada por seu primo a tomar água fervendo com um canudo. A garota teve queimaduras graves na boca e na garganta e chegou a receber uma traqueostomia, mas não resistiu. Na última segunda-feira (7), a menina Jamoneisha Merritt, de 11 anos, sofreu queimaduras graves após seus amigos despejarem água fervendo em seu rosto enquanto ela dormia.

No ano passado, o garoto Wesley Smith, de 10 anos, ficou hospitalizado durante semanas após fazer a “brincadeira” junto com o seu meio irmão. Ele teve queimaduras de segundo e terceiro graus e, segundo a mãe da vítima, ambas as crianças estavam sozinhas no momento do acidente. O BuzzFeed dos EUA reuniu alguns depoimentos e fotos sobre os casos — cuidado, link com imagens fortes.

Como as crianças têm tido contato com a brincadeira pela internet, parentes das vítimas fazem um apelo para que outros pais cuidem do conteúdo acessado por seus filhos. “Pais, falem com as suas crianças sobre esses desafios”, disse Diane Johnson, tia de Ki’ari Pope, em entrevista. “Não apenas deem o seu telefone a eles e os deixem por aí. Vejam o que eles estão fazendo”.

A água fervente leva apenas três segundos para causar uma queimadura de terceiro grau na pele.

O site Heavy.com relembra que a água fervente leva apenas três segundos para causar queimaduras de terceiro grau na pele, e as consequências podem ser ainda piores dependendo da idade da vítima e também da região do corpo em que a água foi despejada.

Assim como no caso da Baleia Azul, não se sabe exatamente como os “desafios” começaram e até que ponto os jovens de fato estão sendo coagidos a tentar o desafio — nem quantos dos vídeos postados no YouTube a respeito são verdadeiros. Porém, assim como no perigoso jogo que começou na Rússia e terminou em prisão, o “boca a boca” pode levar pessoas a se machucarem. Aos pais, fica o alerta de que a internet é uma ótima ferramenta de aprendizado e entretenimento para as crianças, mas também é cheia de perigos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *